Lorena


>


Formação para Guarda Municipal

 

 

O Instituto Lato Sensu (ILS) acaba de iniciar mais um projeto audacioso de formação de Guardas Civis Municipais (GCM), desta vez na cidade de Lorena/SP, situada na região metropolitana do vale do Paraíba e a 180 quilômetros da capital paulista. A cidade, que tem mais de 200 anos e uma população estimada de 87 mil habitantes segundo o Censo de 2015, contará, em breve, com 22 novos Policiais Municipais.

A aula inaugural foi realizada no dia 05 de setembro no teatro São Joaquim. Estavam presentes várias autoridades, comandantes de Guardas Municipais de municípios vizinhos, secretários de governo, familiares dos alunos e demais lideranças da cidade. Na ocasião, os alunos foram apresentados e acolhidos pelos professores e instrutores do ILS, vencedor do processo licitatório para o curso específico de Formação de GCMs.

O evento foi uma oportunidade para os alunos conhecerem a instituição, a metodologia da Escola de Formação de Guardas Municipais, o contexto histórico, nacional e internacional da segurança pública e a matriz curricular que será ministrada no curso. As disciplinas são extremamente abrangentes com conteúdos que variam desde civismo e cidadania, direitos humanos, direito e legislação, defesa pessoal e uso seletivo da força.

Segundo o Secretário de Segurança Pública de Lorena, Cap. PM RR Elton Luiz Ribeiro, a cidade há tempos já demandava uma maior participação do munícipio na Segurança Pública dos cidadãos. Fato apresentado pelo palestrante da aula inaugural, Leonildo Marques, que ressaltou ainda que os gestores de Lorena dão um passo importantíssimo para o bem estar da população, pois, assim como preconiza o Art. 144 da Constituição Federal, a Segurança Pública é dever do Estado e responsabilidade de todos.

“Temos certeza que formaremos policiais municipais prontos para servir e proteger os cidadãos de Lorena. Eles serão guardas bem preparados, fardados, armados e prontos para planejar, prevenir e combater a criminalidade de forma integrada com as polícias Civil e Militar”, disse o Coordenador acadêmico do Instituto Lato Sensu, Prof. Leonildo Marques.